terça-feira, 15 de março de 2016

27° Um Dia Druídico

Como seria o resumo do viver druídico?

Sentir sua respiração e ouvir sua voz interior?

Aprender a ouvir o silêncio e dele extrair a sabedoria ancestral de vida, cura e morte.

Passar o dia ouvindo essa sabedoria e aprender a fazer, tornar esse aprendizado uma ferramenta de cura pessoal, comunitária e mundial.

25° Pisando leve

Quero que a senda traga aprendizados, tensos, densos, duros.

À eles, receberei-os todos de forma leve, com a força do frescor da manhã.

Pois na leveza, o aprendizado perdura.

26° Distrações

A atual sociedade capitalista, da meritocracia, não permite ao vivente que ele sinta a Grande Canção vibrar dentro de si.

Esse tipo de vida, que não valoriza a sabedoria dos antigos, que vale apenas "o aqui e o agora" e não dimensiona o que quer para o seu futuro, cria autômatos descrente de seu próprio potencial.

A escolha pelo Druidismo (ou outras sendas como o Xamanismo) preza pelo resgate pessoal das tradições.

O fizemos por não nos encaixarmos nos padrões exigidos pela sociedade dita moderna e por sentirmos em nosso âmago, a necesdidade de conexão com a energia do planeta.